Você já ouviu falar em Governança Corporativa? Esse é um conceito muito importante para quem pretende investir em ações. Afinal de contas, você deseja comprar a ação de uma empresa que está indo bem no mercado. E, se ela tem uma boa Governança Corporativa, as chances de você ganhar mais com o seu investimento são maiores.

Por isso, conhecer esse conceito e entender todos os seus benefícios é fundamental para garantir bons resultados. Veja abaixo um pouco mais sobre o assunto!

O que é Governança Corporativa?

A Governança Corporativa nada mais é do que um conjunto de práticas e procedimentos que visam melhorar a qualidade da gestão de uma empresa. O principal objetivo é garantir que o valor institucional da empresa se mantenha ou cresça no longo prazo e também atender aos anseios de todos os colaboradores e os acionistas.

Ela conta com 4 princípios básicos utilizados para orientar os responsáveis. São eles:

  • transparência;

  • equidade;

  • prestação de contas;

  • responsabilidade corporativa.

Por isso,é muito importante que antes de comprar uma ação você analise o grau de Governança Corporativa de uma empresa. Quanto maior for, mais transparente ela será. Isso significa que você, como investidor, terá maior acesso às informações.

Quais os graus de Governança?

Acabamos de falar em graus ou níveis de Governança Corporativa, mas o que isso quer dizer exatamente? O que podemos considerar um grau aceitável para investir?

Novo Mercado

Aqui estão as empresas com o mais elevado nível de Governança. Esse grau foi criado em 2000 e desde então se tornou referência entre os acionistas que desejam fazer negócio. As principais regras são:

  • só podem emitir ações ordinárias (ON);

  • Tag along de 100%;

  • pelo menos, 5 membros no conselho de administração;

  • pelo menos 25% das ações devem estar em negociação no mercado;

  • relatórios financeiros mais completos.

Nível 2

As empresas que estão no Nível 2 possuem regras muito parecidas com as do Novo Mercado, porém, elas também podem oferecer ações preferenciais (PN). Essas ações preferenciais dão poder de voto aos compradores em situações mais críticas da empresa como fusões ou aquisições da organização. Aqui, as empresas estão sempre em busca de fazer parte do Novo Mercado, o que é uma tarefa um tanto difícil.

Nível 1

Aqui há poucas exigências e regras e o nível de Governança Corporativa é baixo. Há apenas duas exigências: oferecer informações adicionais, ou seja, mais informações que as exigidas por lei e estar com, pelo menos, 25% das ações em circulação no mercado. Além disso, só possui 3 membros no conselho de administração. 

Portanto, como você pode ver, escolher uma empresa com uma boa Governança Corporativa é fundamental para quem deseja investir em ações. Fique de olho para não colocar o seu dinheiro em um investimento do qual pode ser arrepender no futuro.

Quer ganhar dinheiro com ações? Veja 7 possibilidades para multiplicar seu patrimônio!