Investir em ações tem se tornado cada vez mais popular. Aos poucos, as pessoas estão perdendo o medo e entendendo que nem só as grandes corporações e grandes empresários podem investir nesse tipo de renda e ganhar dinheiro. O mais importante de todo esse processo é adquirir conhecimento sobre o assunto e quanto mais melhor.

E falando nisso, neste post, vamos falar sobre ETF (Exchange-trade fund), também conhecido como Fundos de Índice. Eles ajudam o investidor a obter retorno nas ações com base em um determinado índice. A questão é que o ETF está sendo considerado uma forma muito mais prática de aplicar na bolsa. Mas será que é mesmo? É justamente sobre isso que falaremos agora!

Por que o ETF parece tão atrativo?

Se você é aquele tipo de investidor que não gosta ou não tem muito tempo para ficar acompanhando os resultados das suas ações, então essa é uma boa opção. O ETF consegue fazer a gestão da sua carteira de ações, poupando muito trabalho para você. Por exemplo, caso você queira investir em uma carteira, não precisa investir em ação por ação dessa carteira. São selecionadas apenas ações com base no índice determinado pelo ETF.

Por exemplo, o BOVA11 é um dos ETF mais conhecidos no mercado. Ele busca quais ações possuem um rendimento bem próximo ao Índice Bovespa tendo acesso a ações de mais de 60 empresas do mercado.

Quais as desvantagens?

Para muitos, usar o ETF para investir em ações parece a solução para os problemas, mas existem algumas armadilhas escondidas. Por exemplo, você pode estar deixando de investir em empresas menores, mas que possuem grande potencial de crescimento, Consequentemente, está perdendo dinheiro.

Existem também outros pontos negativos. Por exemplo, se você paga imposto de renda, será cobrado 15% sobre o capital. Em contrapartida, ao investir em ações, você pode vender até R$ 20 mil delas e não ser tributado. Outro ponto importante é que se você comprar um ETF hoje e vender hoje, a tributação a ser pagar será ainda maior.

Como investir em um ETF?

Esse tipo de investimento é muito simples de fazer, especialmente se você já possui conta em uma empresa que vende esses títulos. Assim como você compra uma ação ou um título do tesouro direto, basta você ir na parte de ações e colocar o código do ETF que deseja, por exemplo, BOVA11. Aparecerá o valor e você deverá informar quantos quer comprar. Depois basta enviar a ordem de compra e pronto.

Outro ponto positivo do ETF é que a taxa de administração costuma ser menor quando comparado a forma tradicional de comprar ações. E, da mesma forma que você pode comprar um ETF, você também pode vender uma das mesma maneira que se vende uma ação. Aliás, vender um ETF não é complicado já que possui elevada liquidez.

Sendo assim, investir em ações por meio de uma ETF pode não ser a melhor opção para o seu dinheiro. Quer saber mais sobre o assunto? Então assista ao vídeo que fiz explicando tudo com maiores detalhes!