Você já passou pela situação de pedir um cartão de crédito e não receber a aprovação? Isso é muito comum e normalmente as empresas não divulgam o motivo. Pois bem, vou esclarecer aqui agora: um dos motivos disso é que a sua pontuação do score pode estar baixa. Mas o que ele é e como aumentar o score? É o que vamos responder agora!

O que é o score?

O score é uma ferramenta que tem como principal função ajudar na tomada de decisão de empresas e instituições financeiras para liberar ou não crédito a uma determinada pessoa. Por meio de uma pontuação que vai de 0 a 1.000, por exemplo, a Serasa classifica quem são aquelas pessoas que possuem mais ou menos chances de serem inadimplentes nos próximos 12 meses.

A consulta pode ser feita de forma gratuita por meio do site da instituição. A única coisa que você precisa é fazer um cadastro e aceitar os termos.

Como aumentar o score?

O score é uma pontuação muito importante para aqueles que querem pedir um cartão de crédito. É por meio dela que muitas empresas tomam essa decisão. Portanto, se o seu score está baixo, nós mostramos abaixo 6 formas de aumentá-lo!

1. Limite de utilização de crédito

O que significa isso? Significa que, para aumentar o score você precisa estabelecer um valor máximo para “ocupar” o limite do seu cartão de crédito. O ideal é que os gastos não ultrapassem 30% do limite total. Por exemplo, se você tem um limite total de 1.000 reais, o indicado é que você ocupe cerca de 300 reais ou menos que isso.

2. Histórico de pagamento

Aqui você já pode até imaginar do que se trata. Quando falamos sobre histórico de pagamento estamos nos referindo mais especificamente sobre as contas atrasadas que estão no seu CPF. Pode ser qualquer tipo de conta como a de água, de luz, de internet e outras. Se elas não estão sendo pagas em dia, isso vai parar no histórico de pagamento e diminuir a pontuação do score.

A solução para isso é bem simples: sempre pague em dia as suas contas e, de preferência, nunca deixe para o último momento. Algum imprevisto pode acontecer.

3. CPF negativado

Estar com o nome negativado significa que há alguma dívida ativa no seu CPF. É o que se chama popularmente de nome sujo e é algo que pode acabar com os seus planos de conseguir aquele cartão de crédito que você tanto deseja.

Portanto, faça uma consulta no CPF de forma gratuita e veja em qual situação ele está. Identifique as contas que estão em aberto e pague-as. Se o valor for muito alto, tente negociar com as empresas.

4. Idade do seu histórico de crédito

Aqui você deve observar há quanto tempo o seu CPF possui movimentações com cartão de crédito, contas residenciais ou mesmo contas bancárias. Quanto mais tempo com o cadastro em dia, maior será a pontuação do seu score. Por exemplo, se você tem dois cartões de crédito, um você usa há uns 2 anos e outro há 6 anos, a média de tempo entre eles, ou seja, 4 anos, será a idade do histórico de crédito.

5.Consulta do score

A quantidade de vezes que as empresas consultam o seu score também é levado em consideração e quanto mais consultas, mais a sua pontuação diminui.

6. Cadastro positivo

O Cadastro Positivo é o seu currículo financeiro. Tudo aquilo que você faz de bom na sua rotina financeira conta pontos para você.

Se você é pontual na hora de pagar suas contas, ótimo, pois o cadastro positivo pode ser seu aliado na hora de aumentar o score. Você precisa autorizar a abertura do seu Cadastro Positivo e logo depois as suas contas pagas passam a ser registradas no seu cadastro gerando um histórico de bom pagador.

Todos os compromissos financeiros que estiverem no seu CPF devem ser pagos em dia para manter o seu cadastro sempre positivo e ter a pontuação do score sempre elevada.

Viu como aumentar o score não é algo tão complicado? Basta manter as suas contas em dias e isso se faz com organização financeira.

Gostou das nossas dicas e quer receber mais? Então se inscreva no meu canal do YouTube e ative as notificações para saber quando tem vídeo novo no ar!