A falta de maturidade para lidarmos bem com o nosso dinheiro pode fazer com que alguns erros sejam cometidos, especialmente se nunca teve nenhum tipo de educação financeira. Antes dos 30 anos não pensamos muito na questão da aposentadoria, plano de saúde e outros gastos que precisaremos no futuro.


1. Previdência privada

Não, previdência privada não é algo ruim, mas assinar um produto como esse sem ter a menor noção do que é, isso sim é um grande erro e foi exatamente o que aconteceu. Assim, acreditar apenas no gerente do banco e adquirir o produto não é a melhor opção. Se você está nessa situação, assista à playlist sobre aposentadoria.

2. Seguro de vida

Seguro de vida é ruim? A resposta é depende. Quem será beneficiado com o seu seguro? Provavelmente filhos, companheiro que seja dependente, pais, irmãos e outros que dependam economicamente de você. O objetivo do seguro de vida é assegurar que, em sua falta, as pessoas que vivam do seu dinheiro possam continuar contando com ele ou ajudá-lo com um valor em caso de invalidez

Você também fez isso? Então é simples: basta ligar e cancelar a compra. Você pode usar esse dinheiro para poupar de outra forma ou mesmo para fazer um investimento.

3. Fundos de investimentos

Outra forma de investir o dinheiro muito boa, mas que pode se transformar em uma verdadeira tragédia se você fizer isso sem ter um bom conhecimento sobre o assunto. Por exemplo, existem fundos de investimentos bons e ruins no mercado e você precisa saber como analisar da melhor maneira para não escolher o errado. Tem vídeo no canal ensinando como analisar e escolher um bom fundo.

4. Consórcio

O consórcio é bastante utilizado por pessoas que desejam comprar um carro ou um imóvel. Ele costuma ser atrativo pois ao invés da taxa de juros, você pagará uma taxa de administração, que na maioria das vezes é menor do que a taxa de juros de um   financiamento, mas, em compensação, você só retira o bem se for sorteada ou se der um bom lance. Parece muito bom para ser verdade? O consórcio pode esconder algumas armadilhas e se você não conhecer sobre esse assunto a fundo cairá em todas elas.

5. Marketing multinível

Quem nunca ouviu falar em empresas de marketing multinível ou como o amigo do primo de fulano estava ganhando muito dinheiro com esse negócio. Também não é ruim fazer parte de uma empresa como essa, mas tudo depende também do seu perfil e do seu objetivo quando o assunto é ganhar dinheiro.

Uma das habilidades que você precisa é saber convencer outras pessoas a entrar no negócio e fazer a rede crescer. Assim, além de ganhar com as vendas próprias, você também passa a ganhar com as vendas das pessoas que entraram na rede por meio do seu poder de convencimento. Lembre-se de que é um trabalho que requer tempo e bastante empenho de sua parte.

6. Programa de férias

Se esse for um negócio no qual a empresa não oferece o tempo necessário para fazer uma análise mais profunda da situação, então é melhor não assinar nenhum tipo de contrato. Pense bem no valor e no custo-benefício. Hoje em dia é possível encontrar diversos programas de férias na internet com maior facilidade de pagamento e valores mais acessíveis.

Já cometeu algum suicídio financeiro? Então conta aqui pra gente nos comentários!