Se existe algo extremamente constrangedor é ter alguém ligando para o seu celular ou batendo na porta da sua casa cobrando uma dívida. Em alguns casos, o cobrador pode se exceder e expor o devedor ao ridículo. Mas você como devedor também tem o seus direitos.

Esse tipo de situação constrangedora é muito comum, por exemplo, quando o assunto é dívida de cartão de crédito. A empresa costuma ligar de maneira, muitas vezes, irritante, com uma frequência muito intensa para cobrar o valor da dívida.

Porém, depois de um certo tempo, eles param de ligar e acabam passando essa dívida para outra empresa ou mesmo fazendo uma cobrança judicial.

Precisando de ajuda para sair das dívidas? Então, matricule-se no meu curso Dívidas Nunca Mais agora mesmo!

Como isso funciona?

Digamos que você fez um financiamento para o seu carro, pegou um empréstimo para comprar um bem ou então, está com uma dívida no cartão de crédito.

A primeira coisa que acontece são as ligações. Se você deixou de pagar um empréstimo que pediu no banco, eles vão começar a ligar para pedir que você realize o pagamento. Podem até oferecer um certo desconto para incentivá-lo a realizá-lo. Porém, ainda assim, você não tem condições de honrar a parte da dívida que está atrasada.

Após isso, é natural que a instituição financeira passe a tarefa de realizar a cobrança para uma empresa especialista no assunto.

O que são as notificações extrajudiciais?

A notificação extrajudicial nada mais é que uma comunicação via carta, e-mail, telegrama ou qualquer outro meio documentado que está chamando você para cumprir o pagamento da dívida. Essa é uma forma que a instituição financeira tem de pedir que você pague a dívida que tem com ela.

Nesse caso, ainda não existe um processo na justiça. Por isso o nome é notificação extrajudicial. É, de certa maneira, uma forma de alertar o devedor de que a dívida pode ir para a justiça.

Ainda aqui, não haverá a presença de um oficial de justiça ou mesmo a decretação de penhora de bens. Se chegou uma notificação extrajudicial do tipo, desconsidere, afinal, a dívida ainda não foi parar na justiça.

Lembrando que, essas notificações extrajudiciais têm um certo limite e você, como devedor, também tem os seus direitos. Por exemplo, a empresa de cobrança não pode ligar para o seu local de trabalho. Isso causa constrangimentos e existem soluções judiciais para evitar e combater esse tipo de prática abusiva por parte das empresas de cobrança.

O que acontece após a cobrança extrajudicial?

Caso as notificações extrajudiciais não ofereçam o resultado esperado, o próximo passo da empresa é encaminhar a dívida para a justiça, abrindo um processo.

Nesse caso, agora sim, o oficial de justiça vai até a sua casa apenas para informá-lo de que o processo deu início na justiça.

Durante o curso do processo, o juiz oferecerá um prazo para que o pagamento da dívida seja feito, sob o risco de penhora. Isso quer dizer que, caso você não cumpra com a sua obrigação de pagar a dívida, o processo de penhora dos seus bens começará. Há também o risco de ter a sua conta bloqueada.

Quer saber mais sobre cobrança extrajudicial e como resolver esse problema de uma vez por todas? Então, assista ao vídeo completo e tire as suas dúvidas sobre o assunto!