Uma das coisas que mais causam preocupação na vida de muitos brasileiros são as dívidas. E se você tem (pode ser até aquela dívida no cartão de crédito), chegou o momento de finalmente sair das dívidas e ter vida nova!

E, para isso, vou utilizar aqui de metas, estratégias e planejamento, tudo o que você realmente precisa para sair das dívidas de uma vez por todas.

Tá duvidando? Então, acompanhe abaixo o texto completo com um passo a passo. Confere aí!

Passo a passo para sair das dívidas

Passo 1: liste todas as suas dívidas

A realidade pode incomodar no início, mas vai te libertar depois. O que quero dizer é que, para sair das dívidas, você precisa entender como está a sua situação no momento.

Por isso, você vai pegar caneta e papel — ou pode ser numa planilha eletrônica mesmo — e vai listar todas as dívidas que possui: financiamento de carro, de imóvel, empréstimo (o do parente também entra na lista) e assim por diante.

Coloque também os juros cobrados por cada uma dessas dívidas e o custo efetivo total (CET). Então, você vai anotar 3 coisas: o valor da dívida antes do atraso, o CET (juros + encargos) e o valor da dívida atualizado.

Passo 2: anote tudo o que gasta

Saber como você se enfiou no buraco é essencial para parar de cavar e sair dele de uma vez por todas. Você já se perguntou para onde vai o seu dinheiro? É anotando tudo o que gasta que encontrará a resposta a essa pergunta. 

E essa anotação precisa ser organizada: 1 folha para cada tipo de gasto. Por exemplo, 1 folha para compras de supermercado, 1 folha para lazer, 1 folha para vestuário e assim por diante.

Passo 3: tenha uma ordem de pagamento para as dívidas

Agora que você já sabe qual a sua real situação e quais são os seus gastos mensais, chegou o momento de renegociar a dívida.

E aqui também pede uma estratégia, pois existe uma ordem de prioridade, ou seja, você vai precisar escolher quais dívidas serão resolvidas primeiro. O ideal é seguir a ordem abaixo:

Quando chegar nessa última categoria, você deve escolher qual tem o CET maior e ir pagando da maior para a menor dívida.

Passo 4: troque uma dívida mais cara por uma mais barata

Conseguir um empréstimo que te ofereça juros menores que os das suas dívidas atuais pode ser uma ótima forma de trocar uma dívida cara por uma mais barata. Assim, com esse dinheiro, você paga as dívidas e fica pagando o empréstimo que tem um CET menor. Bom não?

Mas como fazer isso?

Bom, existe uma ferramenta no site do Serasa chamada de Serasa eCred. Por meio dela, você consegue fazer uma simulação de empréstimo e receber opções detalhadas. O empréstimo pode ser liberado na hora e você já vai saber o número de parcelas, o valor de cada uma e qual o valor total que vai pagar.

Gostou da ideia? Acesse o site do Serasa eCred, faça o seu cadastro e comece uma simulação de empréstimo. Saia hoje mesmo das dívidas!