Você sabe o que é Tesouro IPCA? É uma forma de investimento do programa do Tesouro Direto, no qual você empresta dinheiro para o governo ele paga juros a você por esse empréstimo. E, diferente dos outros títulos do governo, o Tesouro IPCA tem data certa para ser sacado. Portanto, ele é mais indicado para aqueles que desejam investir na aposentadoria ou para algum outro plano de longo prazo.

Além dessas informações, existem outras que você precisa saber sobre o Tesouro IPCA antes de começar a investir. Vamos agora esclarecer 5 pontos importantes sobre o assunto!

1. É um título volátil

Isso significa que a flutuação do rendimento oscila muito ao longo do tempo. Por isso, o indicado é que você só retire o seu dinheiro na data prevista do título. Por exemplo, se você investir em um Tesouro IPCA 2035 tenha a certeza de que não vai precisar sacar esse valor antes do vencimento ou poderá perder boa parte dos seus rendimentos. Lembrando que você pode tanto perder ou ganhar com a valorização na venda antecipada.

2. Tem liquidez diária

O que é liquidez diária? Significa que se você sacar o dinheiro hoje, vai cair na sua conta hoje. Porém, os títulos do tesouro como o IPCA, possuem liquidez D + 1, ou seja, você solicita o resgate hoje e o dinheiro estará na sua conta no próximo dia útil.

3. Sofre marcação a mercado

Isso tem a ver com a volatilidade, ou seja, o valor do título no mercado. Existem alguns fatores que influenciam nessa marcação, por exemplo, quanto mais novo o título, mais volátil ele é. Existem outros como:

  • taxa de juros;

  • oferta e demanda;

  • data de vencimento.

Essa marcação também depende de algumas situações mais externas. Por exemplo, caso a Reforma da Previdência seja aprovada, o valor do título tende a subir já que muitas pessoas passarão a enxergar o Brasil como um País mais seguro.

4. Tesouro IPCA x Tesouro IPCA com juros Semestrais

Na hora de comprar, você vai se deparar com esses dois tipos de Tesouro IPCA. Caso você escolha investir no Tesouro IPCA com juros Semestrais, a cada semestre você receberá um cupom de juros (taxa de juros pré-fixada). Esse cupom é tributável, então, você já recebe o rendimento líquido.

Esse tipo de título não é interessante para quem deseja acumular capital, é mais indicado que esse IR seja descontado no final, ou seja, na data de vencimento do título. Dessa forma, o juros compostos oferecerão um maior rendimento ao capital investido. E para quem ele é indicado? Para as pessoas que estão usufruindo do dinheiro neste momento.

5. Sofrem tributação regressiva do IR

Todos os títulos do tesouro sofrem a tributação regressiva do IR sobre o rendimento, inclusive o Tesouro IPCA. Ela incide da seguinte forma:

  • de 0 a 180 dias: 22,5%;

  • de 180 a 360 dias: 20%;

  • de 361 a 720 dias: 17,5%;

  • acima de 720 dias: 15%.

Caso o resgate do seu investimento seja feito em menos de 30 dias, ainda incidirá o IOF. Há também uma taxa de custódia cobrada pela bolsa de valores. Essa taxa é pequena, de 0,25%aa e é cobrada no primeiro dia útil de janeiro e de julho.

Se você pensa em investir no Tesouro IPCA precisa saber bem todas essas informações para investir com consciência.

Quer saber mais sobre investimento? Então, assista à playlist e saiba tudo o que precisa para se tornar um investidor!