Já pensou em se tornar um investidor e conquistar o seu primeiro 1 milhão de reais? Para alguns isso parece algo impossível, algo que só acontece com pessoas que já possuem um grande patrimônio. Mas, na verdade, esse objetivo pode ser alcançado por você também, basta ter organização e é claro, conhecer os melhores investimentos do mercado de acordo com o seu capital disponível.

Abaixo falaremos sobre em qual investimento aplicar o seu dinheiro para alcançar a sua meta no menor intervalo de tempo possível!

Dicas para juntar 1 milhão de reais

1. Conheça os investimentos disponíveis

A primeira coisa que você precisa saber é que todos os investimentos que estão disponíveis no mercado financeiro possuem juros compostos. O CDB, a LCI, a LCA, a LC, tesouro direto,  também a famosa caderneta de poupança, entre outros trabalham com juros compostos.

2. Faça uma simulação

Realize uma simulação para cada um desses investimentos de acordo com o dinheiro inicial que será investido e também com o valor mensal que você pretende adicionar a esse capital com o passar dos anos. Para isso, você pode utilizar os mais diversos simuladores do site Clube dos Poupadores. Há um simulador para cada tipo de investimento, facilitando a sua vida.

Fiz uma simulação utilizando o valor de aplicação de 570 reais ao mês — o que dá 19 reais por dia a uma taxa de juros de 0,8% ao mês. Então, fiz os cálculos usando o período de 10, 20 e 30 anos. E, finalmente, ao final desses 30 anos seria possível conseguir o montante de 1 milhão de reais!

3. Escolha o investimento

Infelizmente, as pessoas estão muito mais acostumadas com a poupança e têm medo de tentar outros tipos de investimento que oferecem uma maior rentabilidade em menos tempo. O problema é que, ao final desses 30 anos, se a aplicação fosse feita na poupança, você não chegaria aos 1 milhão de reais.

Fiz uma outra simulação com base na poupança e, na época, a taxa Selic estava em 9,25% aa. Portanto, o rendimento da poupança estava em 0,5% ao mês mais a TR (taxa referencial). Mas se a Selic estiver menor ou igual a 8,5% ao mês, o rendimento da poupança será de 70% da Selic mais a TR. Portanto, busque primeiro o valor da taxa Selic para fazer os cálculos.

Voltando aos meus cálculos, a poupança rendeu 0,56% no período calculado utilizando o mesmo valor de 570 reais por 10, 20 e 30 anos. Ao final desses 30 anos, investindo na poupança, o valor máximo acumulado será de 658.120,20 centavos. Sendo assim, faltaria muito ainda para alcançar o valor desejado de 1 milhão de reais.

Investimentos que oferecem boa rentabilidade

Analisando o que já foi explicado, você deve estar se perguntando qual é o tipo de investimento que paga aquela taxa de 0,8% ao mês.

O CDI, por exemplo, acompanha a taxa Selic, então, para saber de quanto é o rendimento desse investimento, é necessário saber o valor da taxa que, atualmente, está em 6,5% aa. No caso do CDI, o ideal é encontrar um que esteja pagando no mínino 100% do CDI, assim, os rendimentos serão maiores. Não é difícil encontrar bons investimentos, basta pesquisar em uma corretora de valores e se informar sobre o assunto.

Como dar o primeiro passo

Isso depende muito de como está a sua vida financeira atualmente. Por exemplo, caso você ainda não tenha uma reserva de emergência formada, então ainda não é hora de pensar no primeiro 1 milhão de reais. Há também bons investimentos que você pode fazer para ter uma reserva de emergência o mais rápido possível.

Conhece alguém que também está precisando dessas dicas? Então compartilhe esse post nas suas redes sociais!