O Tesouro IPCA tem como principal característica o fato de ser pós fixado, ou seja, ele é corrigido por meio de um indexador. Mas o que é isso? É um número, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, mais conhecido como IPCA.

Quem investe no Tesouro IPCA só saberá quanto teve de rendimento na data de vencimento. Isso acontece porque esse título acompanha a variação do IPCA durante os anos.

Por outro lado, nesses títulos existe a garantia de que seu dinheiro não vai perder valor em relação à inflação, já que além do IPCA ele paga um percentual fixo a mais. 

Vamos agora entender mais sobre o assunto, saber como funciona o Tesouro IPCA e em que situações pode ser visto como um bom investimento. Confira!

Como funciona a rentabilidade do Tesouro IPCA?

A rentabilidade desse título é a combinação da rentabilidade com a taxa contratada (em porcentagem) mais a variação da inflação. Trocando em miúdos, o Tesouro IPCA estará sempre rendendo acima da inflação e assim, impede que o seu dinheiro perca o valor com o passar do tempo.

O fluxo de pagamento desse título é bem simples e igual ao do Tesouro Selic e Tesouro Prefixado, ou seja, você aplica o valor do investimento e ao final, na data de vencimento, vai receber o valor aplicado mais os rendimentos. 

Também existe a opção do Tesouro IPCA com juros semestrais, mas esses títulos são mais adequados para quem já está na fase se usufruir do capital acumulado. 

Pra que situação é mais indicado?

Os títulos do Tesouro IPCA são de longo prazo, por isso, ele é bastante indicado para quem quer investir na aposentadoria. Também pode ser bem útil para quem tem objetivos de longo prazo como a compra de uma casa, por exemplo. 

Posso vender antes do vencimento?

Poder, pode sim. O Tesouro Nacional vai recomprar o título, só que pelo valor de mercado no momento da venda, que pode estar abaixo do valor que você comprou. Nesse caso, ao vender, você vai perder dinheiro.

Esse valor de mercado pode variar bastante. Escândalos políticos, problemas na economia, pandemia, tudo isso e muito mais pode afetar o valor de mercado de um título do Tesouro IPCA.

Por isso, é muito importante que o dinheiro investido seja realmente com o objetivo de ser retirado apenas na data de vencimento, pois dessa forma a rentabilidade contratada é garantida. 

E como funciona o Tesouro IPCA a juros semestrais?

Pois é, existe também esse outro tipo de Tesouro IPCA e a diferença entre esse tipo de investimento e o Tesouro IPCA comum é apenas uma: os juros, nesse caso, será pago a cada 6 meses. 

Esse tipo de título não é indicado para quem não precisa desse aporte a cada 6 meses. É claro que todo mundo precisa de dinheiro, mas o objetivo desse título é retirada no longo prazo. Se você investir no título com juros semestrais, você vai perder um rendimento valioso, pois, a cada 6 meses, incide também o Imposto de Renda (IR) nos rendimentos.

Como comprar um título do Tesouro IPCA?

A primeira coisa que você precisa saber é que, quanto maior a data de vencimento, maior também será a oscilação do rendimento. É bom saber também que a taxa ofertada e o preço são inversamente proporcionais, ou seja, quanto maior a taxa, menor será o preço do título.

Quer aprender como investir no Tesouro IPCA na prática? Então, acesse o vídeo e faça o passo a passo comigo!